Terça-feira, 30 de Novembro de 2010

 

 

Manhã de céu negro, uma avenida numa trégua no dilúvio, um compasso de espera até voltar a cair e inundar todas as vontades. Na passadeira, pessoas encharcadas a aguardar o sinal para avançar. O trânsito, vindo do rio em direcção à grande praça, a ganhar velocidade, quarteirão a quarteirão. Um homem surge ao meu lado, ficamos com os ombros alinhados, nada de extraordinário numa passadeira tão antiga que já viu tantos homens à espera. Espera dois segundos, se tanto, que não contei pelo relógio, não é meu costume cronometrar homens à espera, e avança pela passadeira. Coxeia ligeiramente da perna esquerda, mas salvando esse pormenor, todo ele é resolução. Avança e atravessa as duas vias sem olhar uma única vez para o trânsito. Segue em passo decidido, a mancar suavemente, nem depressa nem devagar, vai no passo que o corpo pede. Ouvem-se buzinas, chiares de pneus, travagens a patinarem na estrada molhada. Enquanto o homem avança, paramos todos, pessoas dos dois lados do rio de riscas, trânsito, quatro rodas e eléctrico, e, por uns segundos, só vemos os passos do homem até que este alcança o passeio. Talvez tenha feito uma desfeita à morte, hoje não vencerás, terá dito o homem à caveira. Talvez não tenha nada a perder, ou será um homem de fé inabalável e sofra de desejos de parar o mundo. Seja a verdade algo que nunca seremos donos, o que é certo é o homem ter um salvo-conduto para a imortalidade deste momento.



afonso ferreira às 23:52 | link do post | comentar
|

2 comentários:
De ccf a 2 de Dezembro de 2010 às 10:18
Bonita a forma como ele ficou aqui, nesta fotografia.
~CC~


De afonso ferreira a 5 de Dezembro de 2010 às 02:38
Maravilhas de ser fotogénico.


Comentar post

Dezembro 2012
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9
13
14
15

16
17
18
19
20
21
22

23
24
25
26
27
28
29

30
31


Artigos recentes

the end

Sleepless people

provérbio transmontano

cry me a river

Falta de rigor

obrigado

prémios literários

meia-noite

battle

status

Día domingo

imaginação

virtudes públicas, vícios...

fios

Estudos de um processo

constatação de sábado

A história de uma tragédi...

Dias felizes

A Alice é psicótica

debandada

Arquivo

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Arquivado em

a minha língua é a pátria portuguesa

cartas

casamento gay

coisas extraordinárias do gabinete

conversas de caserna

corrupção

dias felizes

domingo

domingos

estudos

ghost writer

gira-discos

grandes crimes sem consequência

literatura

mercados

mundo virtual

outras cidades

paixonite

pequenas ficções sem consequência

perdido no arquivo

playlist

relvasgate

sonhos

suicídio público

taxistas

telenovela

um homem na megalópole

vendeta

viagens

todas as tags

links
Twitter
subscrever feeds