Domingo, 25 de Março de 2012

 Antonio Tabucchi (1943 - 2012)

 

Começo o dia com a tua morte e não me sabe bem. Morrem-me os escritores às mãos cheias e eu não dou valor à morte, é uma mal educada e inconveniente. A morte irrita-me. Leio as notícias e regresso a Requiem imediatamente. Mais uma vez. Cá está ele na estante. Já não sei quantas vezes o reli. Não tem data, o que significa que anda comigo há mais de dez anos. Um dia quente, muito mais quente que o de hoje, a cidade a mesma, Lisboa eterna, os mortos, os fantasmas e um homem a despedir-se pela última vez de pessoas e coisas desaparecidas na sua vida – um amigo, uma mulher, o pai, um poeta, uma casa, uma pintura. Um sonho que evoca a morte com alegria, e isto leva-me ao sonho desta noite, um amigo que desaparecia para sempre. Quando acabar este texto vou fazer uma chamada. Mas os livros. Portanto, cá está o Requiem, Os últimos três dias de Fernando Pessoa, O anjo negro, e o Está a fazer-se cada vez mais tarde, que não gostei a primeira vez que li mas depois de muita pancada na vida apreciei com vigor cada uma das palavras. Falta o Afirma Pereira que deve ter ganho vida própria e ido a banhos sem dizer água vai. Andará por aí com certeza. Olha, António, foram muitos anos a ler os teus livros, e para cá fico com o remorso não ter lido todos, mais dia menos dia temos encontro marcado no outro lado das palavras.



afonso ferreira às 17:35 | link do post | comentar
|

5 comentários:
De teresa a 25 de Março de 2012 às 19:41
desculpe.... na minha alegria, não percebi a sua tristeza...


De Teresa a 26 de Março de 2012 às 12:23
permita-me...

A morte chega cedo

A morte chega cedo,
Pois breve é toda vida
O instante é o arremedo
De uma coisa perdida.
O amor foi começado,
O ideal não acabou,
E quem tenha alcançado
Não sabe o que alcançou.
E tudo isto a morte
Risca por não estar certo
No caderno da sorte
Que Deus deixou aberto.

FP


De aquinoninho a 27 de Março de 2012 às 00:00
Il fillo dell'orizzonte, o primeiro livro que eu li em Italiano.


De teresa a 13 de Abril de 2012 às 00:13
deixo aqui a sugestão

http://www.bnportugal.pt/index.php?option=com_content&view=article&id=719%3Amostra-antonio-tabucchi-1943-2012-2-28-abr&catid=162%3A2012&Itemid=750&lang=pt


De afonso ferreira a 13 de Abril de 2012 às 00:36
obrigado, Teresa. vou espreitar.


Comentar post

Dezembro 2012
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9
13
14
15

16
17
18
19
20
21
22

23
24
25
26
27
28
29

30
31


Artigos recentes

the end

Sleepless people

provérbio transmontano

cry me a river

Falta de rigor

obrigado

prémios literários

meia-noite

battle

status

Día domingo

imaginação

virtudes públicas, vícios...

fios

Estudos de um processo

constatação de sábado

A história de uma tragédi...

Dias felizes

A Alice é psicótica

debandada

Arquivo

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Arquivado em

a minha língua é a pátria portuguesa

cartas

casamento gay

coisas extraordinárias do gabinete

conversas de caserna

corrupção

dias felizes

domingo

domingos

estudos

ghost writer

gira-discos

grandes crimes sem consequência

literatura

mercados

mundo virtual

outras cidades

paixonite

pequenas ficções sem consequência

perdido no arquivo

playlist

relvasgate

sonhos

suicídio público

taxistas

telenovela

um homem na megalópole

vendeta

viagens

todas as tags

links
Twitter
subscrever feeds