Domingo, 28 de Outubro de 2012

O acordo que Joaquim Oliveira tem em mãos para vender os activos de media que detém na Controlinveste foi assinado com o angolano Domingos Vunge. (...) o empresário com ligações à Neshold foi o interlocutor da operação que prevê a mudança de propriedade para mãos angolanas de meios como o "Diário de Notícias", "Jornal de Notícias", "TSF" ou "O Jogo". (...) A concretizar-se o acordo esta será um reedição de uma estratégia já aplicada pelo empresário angolano em 2009, quando foi um dos rostos da operação de compra do "Sol". (...) Foi na sequência da compra do "Sol" que foi criada a Newshold, empresa presidida até este Verão pela advogada Ana Bruno e onde Domingos Vunge e Vítor Fernandes foram administradores até 2011. (...) a verdeira identidade titularidade da Newshold mantém-se até hoje desconhecida: a empresa é participada em 95% pela sociedade Pineview Overseas, sedeada numa offshore no Panamá. (...) No entanto, o Expresso sabe que o homem forte por detrás da Newshold é Álvaro Sobrinho, chairman do Banco Espírito Santo de Angola. (...) Depois do "Sol", a Newshold comprou uma participação inferior a 2% na Impresa – proprietária do Expresso – adquiriu 15,08% do Grupo Cofina – dono do "Correio da Manhã" – e assumiu a gestão do diário "i". É esta conjugação de activos – aliada ao desconhecimento sobre a titulariedade da Newshold – que suscita a preocupação (...): a concretizar-se a venda da Controlinveste e a confirmar-se a ligação de Domingos Vunge e a Newshold, a empresa angolana passa a deter – directa ou indirectamente – participações no "DN", no "JN", no "CM", e no "i", ou seja em quatro dos cinco diários jornalistas. Somando a estes meios o jornal "Sol", a rádio TSF e a possível participação na privatização da RTP, a Newshold fica na iminência de se tornar num dos mais poderosos grupos de media em Portugal. Sem que se saiba de forma oficial quem são os donos da empresa. Expresso, 27.10.12



afonso ferreira às 19:51 | link do post | comentar
|

Dezembro 2012
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9
13
14
15

16
17
18
19
20
21
22

23
24
25
26
27
28
29

30
31


Artigos recentes

the end

Sleepless people

provérbio transmontano

cry me a river

Falta de rigor

obrigado

prémios literários

meia-noite

battle

status

Día domingo

imaginação

virtudes públicas, vícios...

fios

Estudos de um processo

constatação de sábado

A história de uma tragédi...

Dias felizes

A Alice é psicótica

debandada

Arquivo

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Arquivado em

a minha língua é a pátria portuguesa

cartas

casamento gay

coisas extraordinárias do gabinete

conversas de caserna

corrupção

dias felizes

domingo

domingos

estudos

ghost writer

gira-discos

grandes crimes sem consequência

literatura

mercados

mundo virtual

outras cidades

paixonite

pequenas ficções sem consequência

perdido no arquivo

playlist

relvasgate

sonhos

suicídio público

taxistas

telenovela

um homem na megalópole

vendeta

viagens

todas as tags

links
Twitter
subscrever feeds