1 comentário:
De Fátima Soares a 24 de Novembro de 2012 às 21:06
Como convêm digamos :) Fez-me lembrar quantas pessoas "de bem", digníssimos representantes do sexo feminino ou masculino que na vida pública são exímios "mestres do disfarce" e acima de qualquer crítica , ou suspeita e no entanto no recesso da sua privacidade... No fundo cada um tem o direito ser como quer e acha que deve, desde que não prejudique terceiros. Ou entre em grandes "esquemas" que levem à sua própria decadência. Há quem defenda que o corpo é para gastar. Concordo com isso embora não professe nesse caminho, mas vamos poupá-lo para quê? Vermes e a escuridão eterna. Viva-se, pois! Bfsemana.


Comentar post