Sexta-feira, 26 de Fevereiro de 2010

 

É interessante observar as coisas com distância e constatar que algo que pensávamos ser um azar pode ser afinal uma sorte descomunal. Acontece raramente, é como andar com o bilhete de lotaria premiado no bolso sem saber.

 

Numa ronda pelos blogs fico contente por optar não entrar em confrontos pindéricos, nem resolver a minha vida amorosa ou ódios caninos na internet num despudor embaraçoso. Prefiro ser a caravana, não os cães que ladram na berma da estrada.



afonso ferreira às 17:28 | link do post | comentar
|

4 comentários:
De Bípede Falante a 27 de Fevereiro de 2010 às 04:48
Boa opção de ronda. Como dizem por aqui não dá para dar pólvora para chimango :)


De Pedro Costa a 6 de Março de 2010 às 17:42
a foto é fantástica! (gostaria de saber quem é o autor.) e o post, no seu 1º parágrafo, ilustra-a bem.

quanto à caravana: de facto, o melhor mesmo é sê-la.


De afonso ferreira a 8 de Março de 2010 às 13:11
Infelizmente, Pedro, não sei quem é o autor da fotografia


De Maria Pascoal a 20 de Junho de 2011 às 16:11
Embora não saiba nem tenha interesse saber ao que se refere ...gostei da parte dos "confrontos pindéricos"... (sabe que aquela minha questão do alheamento dificulta em muito o que leio aqui...lolol..mas não deixo de o fazer )

Maria Pascoal


Comentar post

Dezembro 2012
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9
13
14
15

16
17
18
19
20
21
22

23
24
25
26
27
28
29

30
31


Artigos recentes

the end

Sleepless people

provérbio transmontano

cry me a river

Falta de rigor

obrigado

prémios literários

meia-noite

battle

status

Día domingo

imaginação

virtudes públicas, vícios...

fios

Estudos de um processo

constatação de sábado

A história de uma tragédi...

Dias felizes

A Alice é psicótica

debandada

Arquivo

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Arquivado em

a minha língua é a pátria portuguesa

cartas

casamento gay

coisas extraordinárias do gabinete

conversas de caserna

corrupção

dias felizes

domingo

domingos

estudos

ghost writer

gira-discos

grandes crimes sem consequência

literatura

mercados

mundo virtual

outras cidades

paixonite

pequenas ficções sem consequência

perdido no arquivo

playlist

relvasgate

sonhos

suicídio público

taxistas

telenovela

um homem na megalópole

vendeta

viagens

todas as tags

links
Twitter
subscrever feeds