Sábado, 17 de Abril de 2010

 

Ponho a chave à porta do prédio e ouço-o. Os gemidos aflitos a entrarem-me no cansaço, nas semanas cheias, no ritmo vital alterado, na garganta seca, na tempestade que galopa a cidade. Abro a porta e olhamos um para o outro, medimos o adversário, estudamos as hipóteses de sobrevivência. Da minha parte rapidamente tranquilizo o coração, o intruso não pesa mais do que um kilo e nos olhos azuis adivinho um mar sereno. Avança na minha direcção sem hesitar, a sofrer, conta-me a sua desgraça e eu interpreto à minha maneira. Está perdido, está aflito, é de alguém com certeza, que o pêlo é muito lustroso, tem demasiada confiança no amor humano para ser um vadio. Decido adiar mais um pouco o prazer de chegar a casa, de mergulhar na paz tépida do fim da batalha, e subir um lance de escadas, e mais outro, e nos patamares parar, tocar às campainhas e perguntar se alguém perdeu o saco de pulgas. As portas abrem-se, e olhos curiosos dizem que não, não é deles, até há quem também tenha um, mas de outra cor, de outra raça, de outros afectos. Mais outro lance, e nem todos estão em casa, mas uma porta abre e um pai com a cria ao colo, diz que também o viu, miava aflito nas escadas, mas passou e nada fez, não é dele. E assim ficamos os dois nas escadas, eu a pensar que há pessoas que são uns animais, tu a seguires-me como um cão bem treinado. Desistimos, encontrar o caminho para casa é das coisas mais difíceis na vida e por isso consola-nos o facto de nos termos encontrado, duas almas aflitas numa noite de tempestade. Descemos e eu convido-te a conheceres os meus domínios. Entras como se apenas tivéssemos ido dar um passeio, e, depois de partilharmos o jantar, a noite e a chuva envolvem a casa e enroscamo-nos a contar histórias um ao outro para adormecermos e sonharmos com o nome perfeito para ti.



afonso ferreira às 01:48 | link do post | comentar
|

6 comentários:
De SS a 19 de Abril de 2010 às 11:46
E qual foi o nome escolhido para o saco de pulgas?


De afonso ferreira a 20 de Abril de 2010 às 01:25
Aceitam-se sugestões


De Maria a 21 de Abril de 2010 às 14:12
Esperemos que não se enfie dentro do sofá como o outro.
Sugestão para nome: achado.


De Miúda-Mulher a 9 de Maio de 2010 às 23:35
Lindo! O texto.
Sugestão de nome: gato.


De Teresa Verde a 24 de Maio de 2010 às 21:33
Lindo este seu post! Eu, que adoro gatos, só podia vibrar com as suas palavras!


De Maria Pascoal a 3 de Maio de 2011 às 11:27
Simplesmente adorei o que acabei de ler..muitissimo, mesmo!
Esta é claramente a mais bonita Declaração de Afectos que alguma vez tive oportunidade de ler...absolutamente Magistral!

Maria Pascoal


Comentar post

Dezembro 2012
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9
13
14
15

16
17
18
19
20
21
22

23
24
25
26
27
28
29

30
31


Artigos recentes

the end

Sleepless people

provérbio transmontano

cry me a river

Falta de rigor

obrigado

prémios literários

meia-noite

battle

status

Día domingo

imaginação

virtudes públicas, vícios...

fios

Estudos de um processo

constatação de sábado

A história de uma tragédi...

Dias felizes

A Alice é psicótica

debandada

Arquivo

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Arquivado em

a minha língua é a pátria portuguesa

cartas

casamento gay

coisas extraordinárias do gabinete

conversas de caserna

corrupção

dias felizes

domingo

domingos

estudos

ghost writer

gira-discos

grandes crimes sem consequência

literatura

mercados

mundo virtual

outras cidades

paixonite

pequenas ficções sem consequência

perdido no arquivo

playlist

relvasgate

sonhos

suicídio público

taxistas

telenovela

um homem na megalópole

vendeta

viagens

todas as tags

links
Twitter
subscrever feeds