Quarta-feira, 06.06.12

 

 

Daniel Proença de Carvalho escreve ainda que "o e-mail que Nuno Vasconcellos recebeu sobre os empresários de nacionalidade russa, em 2 de Novembro de 2010, é um documento falsificado e estranha-se que o Ministério Público não tenha verificado a sua veracidade". Acrescenta também que o referido e-mail "não foi encontrado no servidor da Ongoing ou sequer na caixa de correio pessoal de Jorge Silva Carvalho". E conclui: "A inexistência deste e-mail é pois mais uma machadada num processo morto à nascença".

 

 

Depois de esgotadas todas as tentativas – não conheço, escrevi ou recebi – de refutar o que já foi mais do que provado, surge o recurso à última cartada – o famoso é falso


Arquivado em:

afonso ferreira às 10:09 | link do post | comentar
|

Terça-feira, 05.06.12

De arguido da procuradora Teresa Almeida no caso Taguspark, Rui Pedro Soares, antigo administrador da PT, avançou com um pedido para a constituição como assistente - "auxiliar" do Ministério Público - no chamado "caso das secretas", que está nas mãos da mesma procuradora que o acusou de corrupção passiva.


Arquivado em:

afonso ferreira às 21:28 | link do post | comentar
|

Segunda-feira, 04.06.12

Sobre a noticia do pedido de demissão por parte da jornalista, no centro de toda a polémica com o ministro Miguel Relvas, só se pode concluir que tem toda a razão – perdeu a confiança que depositava no jornal onde trabalhava. O jornal, em vez a proteger, decide expor a sua vida pessoal (executando o que o ministro tinha ameaçado...) sem medir consequências do efeito dessa decisão na vida da jornalista. Para piorar as coisas, a informação é falsa (o companheiro não pertence à oposição). O que fazer num caso destes? Bater o pé. E a porta do jornal de permeio. É preciso ter coragem para tomar uma decisão destas numa altura de crise económica e a imprensa nas ruas da amargura – a coragem que faltou à directora do jornal e ao ministro para pedirem a demissão dos respectivos cargos. 


Arquivado em:

afonso ferreira às 23:34 | link do post | comentar | ver comentários (2)
|

Segunda-feira, 28.05.12

 

 

Uma pessoa acompanha este caso e tem dificuldade em acreditar que possa ser possível. Depois do computador, agenda e telemóvel do 'superespião' terem sido revistados e encontradas provas inequívocas da sua má conduta; depois de terem sido provadas as reuniões e trocas de mensagens e informação com o ministro; depois de sabermos qual foi a moeda de troca para a obtenção do cargo na Ongoing; depois de tudo e tudo: o ministro continua em funções e afirma que a sua posição vai sair reforçada deste episódio; o espião-meia-tigela brinca ao Kung Fu Panda e diz que é uma vítima. Mas alguém é capaz de pôr esta gente na ordem? Quanto mais tempo temos de aturar esta gentalha corrupta e mal formada à solta? E as pessoas que foram vítimas do 007 que tiveram direito a ficha como nos bons velhos tempos da PIDE com dados pessoais que chegavam ao requinte de conterem informação sexuais? Quem é que nos protege desta gente? Mas está tudo doido?


Arquivado em:

afonso ferreira às 10:40 | link do post | comentar | ver comentários (2)
|


Dezembro 2012
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9
13
14
15

16
17
18
19
20
21
22

23
24
25
26
27
28
29

30
31


Artigos recentes

é falso

mais capítulos da telenov...

Obviamente, demito-me

Relvasgate

Arquivo

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Arquivado em

a minha língua é a pátria portuguesa

cartas

casamento gay

coisas extraordinárias do gabinete

conversas de caserna

corrupção

dias felizes

domingo

domingos

estudos

ghost writer

gira-discos

grandes crimes sem consequência

literatura

mercados

mundo virtual

outras cidades

paixonite

pequenas ficções sem consequência

perdido no arquivo

playlist

relvasgate

sonhos

suicídio público

taxistas

telenovela

um homem na megalópole

vendeta

viagens

todas as tags

links
Twitter
subscrever feeds